15 Lugares Históricos Relacionados com a Revolução Francesa

Entre 1787 e 1799, a França passou por um período que mudaria completamente o futuro do país, um evento que ficou conhecido como a Revolução Francesa. A insatisfação da população alimentada pelas ideias do Iluminismo deu espaço a uma revolta que redesenhou o cenário político do país, derrubando uma monarquia absoluta de séculos.

A Revolução Francesa foi marcada por um período sangrento chamado Reino do Terror, onde uma estimativa de 18.000 a 40.000 pessoas foram mortas na guilhotina, pelas mãos do exército revolucionário, incluindo a família real e até figuras importantes na revolução como Georges Danton.

Apesar de a Revolução Francesa ter ocorrido há mais de 200 anos, muitos edifícios ainda estão presentes nos dias de hoje para nos contar as histórias desse período sangrento e importante da França.

Revolução Francesa

15 Lugares Históricos Relacionados com a Revolução Francesa

Revolução Francesa
Simone/Flickr

Palais Royal

Construído em 1633, costumava ser a residência oficial da família real até o Palácio de Versalhes ser construído. Na véspera da revolução, seus jardins serviram de palco para Camille Desmoulins, um jornalista e político da época, ele subiu em uma das mesas do Café du Foy e instigou as pessoas a se unirem contra o regime. Dois dias depois, a Bastilha foi invadida.

Revolução Francesa
Wally Gobetz/Flickr

Hôtel des Invalides

Construído como um hospital para soldados feridos, por Louis XIV, é conhecido hoje em dia como Museu da Guerra, foi invadido por milhares de homens na manhã de 14 de julho, que saquearam suas armarias antes de se dirigirem para a Bastilha. Agora, é um museu onde você pode ver vários itens relacionados a guerras, e ao exercito frances bem como túmulos de figuras importantes. Uma das peças mais importantes do museu é o túmulo de Napoleão.

Revolução Francesa
Jean-Louis Zimmermann/Flickr

Place de la Bastille

Este era o lugar onde ficava a prisão da Bastilha, uma famosa fortaleza durante a Revolução Francesa. Era utiliada até o efamoso dia da “Queda da Bastilha”, onde um confronto entre civis e o antigo regime ocorreu na tarde de 14 de julho de 1789. A Bastilha foi totalmente destruída durante a Revolução e nada resta do antigo edifício. A Queda da Bastilha marca o início da Revolução Francesa, e apesar de apenas conter sete presos no momento do assalto, foi um símbolo de abuso pela monarquia. Em seu lugar agora, está a coluna de julho que comemora a Revolução de julho de 1830. Hoje em dia a Place de la Bastille é um símbolo dos esquerdistas em Paris.

YOU MIGHT ALSO LIKE  3 Dias em Berlim Para Principiantes

Revolução Francesa

Notre Dame

Durante a Revolução Francesa, Notre Dame sofreu saques, pilhagem e destruição. Com o surgimento do Iluminismo e a descristianização da população francesa, Notre Dame tornou-se oficialmente o ‘Templo da Razão’ e usada, mais tarde. como um armazém de vinho.

Revolução Francesa
Sergey Galyonkin/Flickr

Panthéon

Originalmente uma igreja chamada “Eglise Sainte-Geneviève”, tornou-se o “Mausoléu dos Grandes Homens da Nação” em 1791. Algumas das figuras importantes aqui enterradas são Voltair, Rousseau, Alexandre Dumas, Emile Zola, Victor Hugo.

Revolução Francesa
Terra Libera/Flickr

Versailles

Completada em 1751, Versalhes tornou-se a residência oficial da família real francesa em 1682, quando o rei Luís XIV mudou-se para o palácio, até a Revolução Francesa. Foi aqui que o rei Luís XVI e a rainha Maria Antonieta viviam até 1789, quando foram despojados do poder e trazidos para o Palácio das Tulherias, em Paris, e finalmente decapitados.

Revolução Francesa

Jardin des Tuileries

O jardim das Tulherias é o que resta do antigo Palácio das Tulherias, o palácio foi queimado e destruído em 1871 pela Comuna de Paris. No entanto, em 1789, durante a Revolução Francesa foi aqui que a família real foi trazida de Versalhes e mantida sob vigilância até serem transferidos para o Templo e mais tarde morto publicamente.

Revolução Francesa
HarshLight/Flickr

Palais du Luxembourg

Durante a Revolução, o Palácio de Luxemburgo foi transformado em prisão. Grandes figuras da Revolução foram detidas aqui, como Danton e Camille Desmoulins (instigador da revolução francesa) em março de 1794.

Revolução Francesa
Serge Melki/Flickr

Le Procope Cafe

Inaugurado em 1686, este é o Café mais antigo de Paris. Considerado hoje em dia um monumento histórico da cidade, Le Procope Cafe ainda preserva o seu interior autêntico. Durante os anos, o café recebeu muitos convidados notáveis, como Napoleão, Voltaire, Rousseau e Benjamin Franklin. O café mantém alguns itens interessantes como o chapéu de Napoleão e a última carta de Maria Antonieta a Luís XV. Acredita que este foi o lugar onde o mandado de morte de Maria Antonieta foi assinado.

Revolução Francesa
Iain McLauchlan/Flickr

Conciergerie

O edifício fazia parte de um complexo chamado Palais de Justice, originalmente um palácio real. Foi transformada em prisão durante a Revolução Francesa. Mais de 2.600 prisioneiros foram julgados aqui, incluindo Marie Antoniette, que foi trazida aqui do Templo em 1º de agosto de 1793 e separada de seus filhos. Danton também foi mantido aqui. Hoje é um museu. A cela onde Marie Antoniette foi reconstruida e você pode ter uma sensação de como era quando ela estava aqui.

Revolução Francesa
David Stanley/Flickr

Place de la Concorde

Originalmente chamado Place Louis XV, foi renomeado “Place de la Révolution” durante a Revolução Francesa e depois chamado “Concorde” para simbolizar a reconciliação após a Revolução. Era aqui que ficava a guilhotina, e onde muitas figuras famosas da Revolução Francesa foram executadas, incluindo Marie Antoniette, Luís XVI e Danton. Hoje, no centro da praça, você encontra uma placa no chão marcando a localização exata da guilhotina e uma lista com os nomes de suas vítimas.

Revolução Francesa
notevenathing/Flickr

Catacombs of Paris

Criado como uma forma de resolver o problema com a superpopulação de cemitérios parisienses e o fechamento do Cemitério de Inocentes. Cerca de seis milhões de esqueletos humanos são mantidos nas Catacumbas, incluindo muitos esqueletos daqueles que morreram nos vários conflitos durante a Revolução Francesa.

YOU MIGHT ALSO LIKE  Guia Quase Completo das Highlands
Revolução Francesa
barnyz/Flickr

Basilica St Denis

A última casa da família real. A abadia é conhecida como a necrópole real, pois mantém os restos de muitos monarcas. Durante a Revolução Francesa, muitos corpos foram removidos por manifestantes para celebrar a Revolução. Louis XVI e Maria Antoinette foram enterrados no cemitério da Madeleine, mas depois de um tempo, restos do rei e da rainha foram encontrados e trazidos para St Denis em 1815.

Revolução Francesa
Victor Photographies/Flickr

Hotel de Ville

Um edifício que abriga a administração local da cidade. No tempo da Revolução Francesa, costumava ser a sede da Comuna de Paris, onde Robespierre e seus apoiadores costumavam se reunir. Foi aqui que Robespierre foi preso, depois de anos do Reinado do Terror.

 

Revolução Francesa
Andrew Littlewood & Karl Newell /Flickr

Musée Carnavalet

Dedicado à história de Paris e seus habitantes. Ele contém muitas peças interessantes que remontam à Revolução Francesa, incluindo pinturas e retratos, bem como pertences de Maria Antonieta e o papel em que Robespierre escreveu parcialmente sua assinatura quando foi confiscado por soldados.

Written By
More from Isadora

Machu Picchu: Tour Privado com Peru Travel Explorer

Procurando uma maneira de chegar no Machu Picchu, encontramos muitas opções de...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *