Mona Lisa de Leonardo da Vinci: História e Curiosidades

Mona Lista é provavelmente a pintura mais famosa do mundo e com certeza a mais enigmática. Com tantas teorias por trás da obra e de seu autor, nada mais justo ela receber toda essa atenção. 

Mas pouco gente sabe, que não foi sempre assim. Mona Lisa, ou como também é conhecida, La Gioconda, teve uma receita para o sucesso, que não efetivamente aconteceu até o ano de 1911, quando a história da pintura teve uma reviravolta. 

Mona Lisa de Leonardo da Vinci: História e Curiosidades

Reserve seus passeios pelos links do site! Esse post contêm links de afiliados, e eu ganho uma pequena comissão por compras feitas por esses links SEM QUALQUER CUSTO ADICIONAL para você 🙂 Assim você nos ajuda a criar conteúdos cada vez melhores.


Leia também:


Quem foi Mona Lisa?

Muito se especula sobre a pessoa pintada no retrato. A Teoria mais aceita por historiadores é que a modelo do retrato era a esposa de Francesco del Giocondo, um mercador de tecidos e seda de família nobre que morava em Florença

Isso explicaria o nome da pintura. Lisa era o nome da esposa de Francesco, e Mona é o equivalente italiano para “Dona”. O outro nome pelo qual é conhecido é La Gioconda, que seria a variante feminina para o sobrenome de Francesco del Giocondo. 

Lisa era membro da família Gherardini, uma família nobre da Toscana e Florença. Nascida em Florença, Lisa se casou na adolescência com Francesco, com quem teve cinco filhos. Apesar de serem de família nobre, viviam uma vida modesta. 

Em 1499, Francesco foi nomeado para um cargo oficial, acredita-se que a nomeação tenha vindo graças à contatos e negócios que tinha com a família Medici na época. 

Acredita-se que Francesco tenha morrido na praga de 1538.Isa também acabou ficando doente e sua filha a levou ao convento para ser tratada. Alguns acreditam que ela acabou falecendo em 1542, porém alguns relatos dizem que Lisa viveu até 1551 quando já devia ter 71 ou 72 anos. 

💵Qual o Valor do quadro da Mona Lisa? O quadro Mona Lisa é protegido por uma lei de proteção de patrimônio francês que impossibilita a sua venda, porém estimasse que o valor de mercado da obra é de US$2,5 bilhões. Essa estimativa é de 2014. 

Mona Lisa no Museu do Louvre

Porque Leonardo da Vinci pintou a Mona Lisa?

O quadro foi solicitado a Leonardo da Vinci pelo marido de Lisa, Francesco. Lisa tinha 24 anos na época. 

Da Vinci começou a pintar Mona Lisa em Outubro de 1503, acredita-se que foi “finalizado” em 1506. Porém, Leonardo Da Vinci continuava retocando a quadro com frequências até 1517. 

🧐Você sabia? uma das técnicas usadas por Da Vinci no quadro Mona Lisa é conhecida como Sfumato, usada para criar gradientes suaves entre os tons. A técnica era famosa na época Renascentista, mas Da Vinci foi o artista mais proeminente na técnica. 

O quadro nunca foi entregue à Francesco del Giocondo. Alguns acreditam que com a demora de Da Vinci, o mercador acabou desistindo da compra. 

Mona Lisa acabou se tornando quase uma obsessão para Leonardo Da Vinci, registros contam que ele levava o quadro consigo, enrolado, aonde quer que fosse. 

É compreensível, já que ele havia utilizado técnicas de pintura únicas em Mona Lisa, e naquela época Leonardo sabia o potencial da obra. 

Como a Mona Lisa foi parar no Louvre?

Francisco I da França
Francisco I da França

Em 1506, depois de um convite do rei francês Francisco I, Da Vinci se muda para Paris, para trabalhar na corte do rei, e leva junto consigo, a pintura de Mona Lisa. 

A obra foi então comprada pelo rei Francisco I em 1518, de Da Vinci ou de seu assistente Sarai, que alguns acreditam ter recebido Mona Lisa como um presente de seu mestre, essa teoria ainda é muito discutida. 

A pintura foi então exposta no palácio de Fontainebleau, e depois, no palácio de Versalhes. Só depois da Revolução Francesa, o quadro foi transferido para o Louvre, primeiramente para os aposentos do imperador Napoleão Bonaparte, sendo depois transferido para as galerias de exposição, onde ficou em exibição em um corredor comum, junto com outras obras. 

Leia Também: Museu do Louvre: História e Principais Obras

👉 Você sabia? Mona Lisa só saiu da França duas vezes desde que Da Vinci a levou para lá. A primeira foi à pedidas da então Primeira Dama dos Estados Unidos, Jackie Kennedy. Mona Lisa foi enviada de navio aos EUA, em uma cabine particular de primeira classe, para ser exposta no Metropolitan Museum em Nova York e na National Gallery of Art em Washington. Dez anos depois disso, Mona Lisa foi exposta no Japão. Hoje o quadro só pode ser visto na França, já que as viagens foram proibidas para nossa musa Mona Lisa. 

Porque Mona Lisa é o quadro mais famoso do mundo?

Em 21 de Agosto de 1911, tudo mudou para Mona Lisa. Depois de 400 anos de existência silenciosa, o quadro foi roubado do museu do Louvre por Vincenzo Peruggia, um italiano que já havia trabalhado no Louvre. 

O roubo só foi percebido 28 horas depois do ocorrido. O quadro ficou desaparecido por 2 anos, durante os quais muitas pessoas foram investigadas pelo casa, incluindo o pintor Pablo Picasso e o poeta Guillaume Apollinaire. 

Mona Lisa foi achada no dia 13 de Dezembro de 1913, embaixo de uma cama de hotel em Florença. 

Vincenzo disse que seu ato foi patriótico e que sua intenção era levar de volta à Italia as obras de arte roubadas por Napoleão Bonaparte. Mona Lisa porém, não tinha sido trazida à França como espólio e sim, adquirida pelo rei Francisco I, como já mencionado anteriormente. 

A cobertura sobre o caso foi tanta, e tão longa e épica, que acabou transformando Mona Lisa numa celebridade. Hoje ela é exposta atras de um vidro blindado para evitar possíveis furtos. 

📌Quantos quadros Leonardo Da Vinci pintou? Apesar da fama como pintor, Da Vinci pintou apenas 20 quadros durante a vida. Desse, Mona Lisa foi o único cuja a autoria nunca deixou dúvidas aos pesquisadores. 

A paisagem atrás de Lisa

Por muitos anos, pesquisadores tentaram decifrar aonde ficava a paisagem pintada por Leonardo Da Vinci, que servia de fundo para Mona Lisa, e se a paisagem era de fato real. 

O local foi identificado como sendo um panorama visto de uma janela do Castelo de Malaspina dal Verme, localizado na cidade de Bobbio, perto de Milão, no norte da Italia. 

Da Vinci morou na região entre os anos de 1482 a 1499, quando trabalhava para o duque de Milão, Ludovico Sforza. 

O castelo e a janela que dá para o panorama existem até hoje.

Sobre Isadora

Writting and sharing travel experiences

Leave a Reply

Your email address will not be published.